Chevrolet mostra a versão Z/28 do Camaro

Z28 do Camaro

Além do Corvette, a Chevrolet exibe outro superesportivo na 28ª edição do Salão Internacional de São Paulo: o Camaro Z/28. A nova versão do modelo, preparada para autódromos, é a mais rápida de todos os tempos –a primeira foi lançada em 1967 para participar de corridas de turismo nos EUA.

O atual não foca uma categoria específica, e traz mecânica modificada, estrutura reforçada e um pacote aerodinâmico exclusivo que otimizam a performance do carro em pistas.

No famoso circuito alemão de Nürburgring Nordschleife, o Camaro Z/28 cravou a volta em 7min37s40, cerca de quatro segundos mais rápido que a versão original do modelo e mais rápido que rivais como o Porsche 911 Carrera S e o Lamborghini Murcielago LP640.

Para segurar todo o ímpeto do Chevrolet, foram instalados discos de freio de cerâmica e fibra de carbono Brembo, que mantêm a eficiência mesmo quando submetidos ao uso severo e repetitivo, comum em corridas e track days.

A versão Z/28 também passou por um “regime” que a deixou cerca 135 kg mais leve que o modelo original. Este processo envolveu a adoção de rodas em materiais nobres e vidro traseiro mais fino, por exemplo. Já o pacote aerodinâmico inclui itens como aerofólio traseiro Wickerbill, parachoque dianteiro personalizados e paralamas alargados.

O Camaro Z/28 é equipado com um exclusivo motor 7.0 V8 aspirado e montado a mão que rende 512 cavalos de potência e 66,5 kgfm de torque. A transmissão é manual, de seis marchas.

Além de rápido em retas e preciso nas frenagens, o cupê foi projetado para contornar curvas com o máximo de aderência. Para isso, o chassi e a suspensão passaram por melhorias que incluíram um centro gravitacional mais baixo, barras estabilizadoras específicas e molas de competição.

Os pneus também são diferentes do da versão SS (406 cv) vendidas no Brasil. No Z/28, eles têm as mesmas dimensões tanto na frente como atrás (P305/30/ZR19).

Sistema de controle de tração avançado que permite o ajuste da configuração do chassis e sistema de condução dinâmica completam a lista de equipamentos à disposição do piloto.

Por dentro, o Z/28 também traz acabamento exclusivo, incluindo volante de base reta e bancos tipo concha da marca Recaro com ajustes manuais. Esse sistema é mais leve e prático, próprio para aplicações esportivas. Os assentos traseiros também passaram por modificações visando a redução de peso (4 kg).

“O Camaro Z/28 faz no Salão de São Paulo a sua primeira aparição oficial no país, mas apenas para demonstrar o potencial tecnológico da marca Chevrolet”, justifica Marcos Munhoz, vice-presidente da empresa no Brasil.

Fonte: GM do Brasil

2014-chevrolet-camaro-z28-rear-three-quarters

Related posts