COLUNA DO JOÃO MENDES – 01/10/2018

VOLKSWAGEN NOVO JETTA É EQUIPADO
A Volkswagen apresentou a 7ª geração do seu sedã Jetta que é montado no México com motor produzido em São Carlos, São Paulo, e vem mais moderno e equipado para brigar com as versões mais caras do Chevrolet Cruze, Toyota Corolla e Honda Civic.

As novas linhas transmitem sofisticação e esportividade e o conforto aumentou porque o carro esta 40 mm mais comprido dos quais 37 mm ampliando a distância entre-eixos. Os faróis e lanternas são de LED em todas as versões e a alta tecnologia segue no painel Active Info Display de 10”, configurável, e a tela de infotainment de 8”, sensível ao toque, onde se pode controlar o sistema de ventilação, ar condicionado e até uma iluminação ambiente personalizável com 10 opções de cores. Nesta mesma tela se pode espelhar o smartphone, monitorar a câmera de ré e controlar o sistema de som.

O motor, acionado por uma tecla, é o 250 TSi, 1.4 L, 4 cilindros Turbo, Total Flex, 140 cavalos de potência e 250 nm de torque, com caixa automática de 6 velocidades e 4 modos de direção programáveis, Eco, Normal, Esporte e Individual. Usando só gasolina como combustível o consumo fica em 10,9 km/l na cidade e 14,0 na estrada.

O Novo Jetta tem apenas duas opções de conteúdo e acabamento disponíveis, Confortline e R-Line, as duas com rodas de 17”. Os equipamento disponíveis são, Daytime Running Light, Luz de Conversão Estática, Front Light  Assist, Adaptative Cruise Control, Start & Stop, Sensor de Chuva e Crepuscular, 6 Air Bags, Front Assist, City Emergency Brake, Alerta de Distância, Detector de Fadiga, Hydraulic Brake Assist, Bloqueio Eletrônico de Diferencial, City Emergency Brake, Assistente de Frenagem de Manobra e os mais tradicionais Controle de Estabilidade, Controle de Tração e o Assistente de Partida em Rampa, tudo para uma condução com muita segurança.

Andei na versão R-Line e achei bastante confortável, a cabine é silenciosa e os comandos estão bem a mão, gostei muito do novo desenho do painel. Andei mais em estradas no interior de São Paulo e o carro mostrou boa estabilidade e retomadas seguras ao apertar com força o acelerador.

O espaço nos bancos dianteiros e traseiros é bom, melhorou em relação a geração anterior, e o porta-malas tem 510 L de capacidade. O pacote completo vem na versão R-Line que custa R$119.990, a Confortline custa R$109.990 e o único acessório disponível é o teto solar por R$4.990.

O Novo Jetta esta disponível em seis cores e o comprador ganha 3 revisões gratuitas. Com ele a Volkswagen espera ampliar suas vendas no segmento dos sedãs que ela começa no Voyage, depois Virtus, Jetta e Passat.

 

PORSCHE CAYENNE 2019, UTILITÁRIO REALMENTE ESPORTIVO


Utilitário esportivo é o segmento que mais cresceu no Brasil nos últimos anos, existem muitas opções de várias marcas, mas tive uma experiência diferente com o modelo 2019 do Porsche Cayenne, um utilitário que tem a essência e a alma de esportivo.

A versão testada foi a de entrada, a menos potente, que tem motor 3.0, V6, com um turbo e 340 cavalos de potência mas outras motorizações estão disponíveis com  550 cavalos no 4.0 biturbo, 440 cavalos no 2.9 biturbo e também tem a versão E-Hybrid com um motor elétrico e outro 3.0 turbo que somam 462 cavalos de potência.

Voltando ao veículo testado  que mesmo sendo o menos potente tem energia de sobra para uma tocada rápida e esportiva afinal 440 cavalos é potência de sobra para dar emoção e poucos utilitários esportivos tem esse poder e a transmissão automática é a Tiptronic S de 8 marchas, a mesma de todas as versões.

Chamar essa versão 3.0 turbo de “versão de entrada” não faz muito sentido, qualquer um que entre neste carro vai se deparar com um nível de acabamento e equipamentos de impressionar e nem vai acreditar que tem algo melhor, mas a Porsche faz isso. Andando com o carro é você quem manda, escolha o modo de condução e aproveite.

Se colocar no modo Sport o carro vai mexer em parâmetros para você acelerar forte com segurança endurecendo a suspensão, diminuindo a distância para o solo, tornando a direção mais justa e outras interferências para você atingir a velocidade máxima de 245 km/h com o carro na mão.

A arrancada de 0 a 100 km/h é feita em 6,2 segundos nada mal para um carro de aproximadamente 2 toneladas e a tração é integral. O design melhora a ano, as rodas de 20” chamam a atenção e os pneus da traseira são mais largos, na frente pneus 275/45 R20 e atrás 305/40 R20. O espaço interno é para 5 ocupantes com conforto e o porta-malas tem capacidade para 770 L. Para quem vai dirigir o Cayenne é bom perder um tempo para estudar o que o carro tem e como aproveitá-lo melhor.

O console central tem muitos botões acionando por um simples toque, na parte de cima desse console fica a Porsche Communication Management, a central multimídia numa tela de 12” que você pode visualizar a navegação on line.Por dentro do arco superior do volante você enxerga uma tela de alta resolução com velocímetro, conta giros e muita informação.

O Porsche Cayenne é um carro esporte para 5 pessoas e na próxima edição eu comento outros detalhes desse bólido mas em http://www.memoriamotor.r7.com/porsche-cayenne-2019/ você vai poder vê-lo em movimento.

Até a próxima!

 

 

 

 

 

 

Related posts