VW Golf nacional chega ao mercado

Golf Nacional 2016

A sétima geração de um dos hatches médios mais admirados no mundo passa a ter o DNA nacional. A linha 2016 do Golf, agora produzida na fábrica da Volkswagen em São José dos Pinhais (PR), traz novos recursos de tecnologia, além de ter sua oferta de equipamentos reestruturada, para atender da melhor forma possível o consumidor brasileiro. O Golf 2016 chega às concessionárias em fevereiro como o primeiro modelo nacional a ser equipado de série, em todas as versões, com sete airbags, controle de tração, controle eletrônico do diferencial, controle de estabilidade e freios com Sistema de Frenagem Automática Pós-Colisão.

Entre as principais novidades estão os novos conjuntos mecânicos, que passam a contar com motores 1.4 TSI BlueMotion Technology Total Flex de 150 cv (versão Highline) e o novo motor 1.6 MSI Total Flex de 120 cv (versão Comfortline), que podem ser associados às transmissões manuais de cinco e de seis marchas, além da caixa automática com seis velocidades com função Tiptronic.

Outro destaque são os novos sistemas de infotainment com a tecnologia Volkswagen App-Connect, que reúnem os sistemas MirrorLink, Apple CarPlay e Google Android Auto. Há, ainda, a estreia da grife “Fender” para o sistema de som do Golf GTI, que também passa a contar com novos equipamentos, como as rodas de liga leve de 18 polegadas com estilo “Austin”. O Golf GTI é oferecido com o conjunto mecânico formado pelo motor 2.0 TSI de 220 cv e a transmissão DSG automática de seis marchas com função Tiptronic.

O Golf Highline 2016 é equipado com o motor 1.4l TSI BlueMotion Technology Total Flex. Pertencente à família EA211, o motor tem bloco e cabeçote feitos de alumínio, duplo comando de válvulas no cabeçote (variável na admissão; são quatro válvulas por cilindro) e é equipado com injeção direta de combustível e turbocompressor. Esse motor desenvolve potência de 150 cv (etanol e gasolina) a 4.500 rpm. Seu torque máximo, de 25,5 kgfm, surge já a apenas 1.500 rpm, independentemente da mistura de combustível.

O motor 1.4l TSI BlueMotion Technology Total Flex pode ser combinado à transmissão manual de seis marchas ou à transmissão automática de 6 velocidades (com conversor de torque) com função Tiptronic (que permite ao motorista efetuar as mudanças manualmente, por meio da alavanca de câmbio ou por aletas no volante). O Novo Golf Highline acelera de 0 a 100 km/h em 8,3 segundos e alcança 209 km/h de velocidade máxima (dados com etanol). Com a transmissão automática, os números (também com E100) são de 8,6 segundos e de 204 km/h, respectivamente.

O App-Connect é uma tecnologia global que permite que a tela do celular seja “espelhada” na tela central do sistema de infotainment. Ou seja, a tela do veículo repete o que está sendo exibido na tela do celular e é possível comandar o sistema de infotaiment pelo celular ou comandar o celular pelo sistema de infotainment. É o sistema de “espelhamento” mais avançado disponível no mundo.

Os novos sistemas de infotainment são o “Composition Media”, o “Discover Media” e o “Discover Pro”. Todos são uma evolução dos já consagrados sistemas de infotainment ofertados no Novo Golf. Os dois primeiros contam com telas de 6,5” sensíveis ao toque, coloridas e de alta resolução. Também oferecem ampla interatividade, com várias opções de informação e entretenimento, além de visual moderno e tecnológico.

O novo sistema de infotainment “Discover Media”, que é oferecido para as versões Comfortline, Highline e GTI, traz adicionalmente recurso de navegação que se destaca pela facilidade de uso e interatividade com o painel de instrumentos, possibilitando uma condução mais segura e confortável. Esse sistema também contempla o “MapCare”, que permite a atualização periódica gratuita da base de mapas durante toda a vida do veículo, além da avançada conectividade com os smartphones por meio da tecnologia Volkswagen App-Connect. Fotos, vídeos e músicas em diversos formatos são alguns exemplos de mídias que podem ser “lidas” nos novos sistemas de infotainment da Volkswagen.

Modelo de entrada, o Golf Comfortline tem foco na relação custo-benefício, já contando de série com equipamentos muito valorizados pelos clientes. Com segurança máxima em segurança para adultos e crianças, o modelo Comfortline traz uma série de recursos de segurança, como: sete airbags (dois frontais, dois laterais nos bancos dianteiros, dois laterais do tipo cortina e um de joelho para o motorista), cintos de segurança automáticos de três pontos em todos os assentos, controle de tração (ASR), controle de estabilidade (ESC), bloqueio eletrônico do diferencial (EDS e XDS) distribuição eletrônica de frenagem (EBD), faróis de neblina com luz de conversão estática, sistema Isofix de fixação de cadeirinha de criança com top tether (que permite a fixação da parte superior da cadeirinha) e freios com Sistema de Frenagem Automática Pós-Colisão.

O Sistema de Frenagem Automática Pós-Colisão aciona automaticamente os freios do veículo quando ele se envolve em uma batida, para reduzir a energia cinética residual. O acionamento do sistema de frenagem pós-colisão se baseia na detecção da colisão inicial pelos sensores dos airbags.

O sistema aplica os freios até que o veículo atinja a velocidade de 10 km/h. A velocidade residual do carro pode ser usada para conduzi-lo a um local seguro. O motorista pode se “sobrepor” ao sistema a qualquer momento – se os sensores perceberem que o motorista está acelerando, por exemplo, o sistema é desligado. O recurso automático também é desativado se o motorista começar a frear fortemente, a um grau de desaceleração mais elevado.

Conforto e conveniência. O Golf Comfortline 2016 também traz como equipamento de série direção elétrica, ar-condicionado, vidros dianteiros e traseiros com acionamento elétrico e função “um toque”, sistema de infotainment “Composition Media” com tela sensível ao toque de 6,5”, travamento central por controle remoto e rodas de liga leve de 16”, freio de estacionamento com o sistema “Hill Assist”, sensores de aproximação de obstáculos na dianteira e na traseira (“Park Pilot”) e retrovisores externos com ajuste elétrico, aquecíveis, com luz de seta integrada (side blinker) e função “tilt down” complementam a lista de série.

Novas transmissões. O modelo Comfortline é equipado com o novo motor 1.6 MSI, que pode ser associado a duas transmissões. A versão manual, com cinco marchas, traz a transmissão MQ250. O modelo automático conta com a caixa AQ160, com seis marchas e função Tiptronic. Ambas as transmissões contam com relações de marchas que privilegiam o conforto e o prazer ao dirigir, sem abrir mão da robustez e do padrão de qualidade do Grupo Volkswagen.

Com a transmissão manual, o Golf Comfortline acelera de 0 a 100 km/h em 10,4 segundos e tem velocidade máxima é de 188 km/h (dados com E100). Já na versão automática, a velocidade máxima de 184 km/h é alcançada em quinta marcha e a aceleração de 0 a 100 km/h é realizada em 11,6 segundos (dados com etanol).

O novo motor 1.6 MSI Total Flex é produzido em São Carlos, no interior de São Paulo, e também pertence à família EA211. Ele foi desenvolvido segundo critérios de maior eficiência energética e maior performance. Por isso optou-se pela configuração de quatro cilindros e 16 válvulas (4 válvulas por cilindro). Com 1.598 cm³ de cilindrada, o novo motor 1.6 MSI utiliza o sistema de partida a frio que dispensa a utilização do tanque auxiliar para gasolina.

Versão intermediária, o Golf Highline 2016 é equipado com o 1.4 TSI BlueMotion Technology Total Flex de 150 cv. De série, o Golf Highline acrescenta ao conteúdo da versão Comfortline” ar-condicionado digital Climatronic (com duas zonas de resfriamento), bancos de couro, lanternas de LED, volante multifuncional com controles do computador de bordo e dos sistemas de som e telefonia, sensores de chuva e de luminosidade com “Coming Leaving & Home”, entre outros.

O Golf Highline também traz de série o sistema Start-Stop e, sempre que equipado com transmissão automática, conta com aletas de troca de marcha atrás do volante (shift paddles).

O modelo pode ser equipado também com faróis de xenônio e sistema de seleção do perfil de condução. Há um total de quatro modos de condução disponíveis: Eco, Sport, Normal e Individual. No perfil de direção Eco, por exemplo: os gerenciamentos do motor, transmissão, ar-condicionado e outros sistemas auxiliares são controlados para alcançar o máximo de eficiência no consumo de combustível.

Uma das grandes novidades da linha 2016 do Golf GTI é a oferta das rodas de liga leve de 18 polegadas com estilo “Austin”. Calçadas com pneus 225/40 R18, as novas rodas são diamantadas a têm a parte interior das hastes escurecidas. Outra estreia na linha Golf no mercado nacional é a “grife” Fender, de altíssima fidelidade sonora. Trata-se do primeiro modelo fabricado no Brasil a ser equipado com esse sistema de som.

O sistema de som Fender consiste de dois tweeters instalados nos triângulos dos espelhos das portas e mais dois na forração traseira. Eles são equipados com ímãs de neodímio e cones de tecido. Nas portas dianteiras ficam os woofers com duas bobinas de voz. Também há woofers nos painéis de acabamento traseiros, com bobinas simples. Um subwoofer com bobina dupla também é colocado numa caixa de graves integrada ao porta-malas do carro. A peça central do sistema de som é um amplificador de 10 canais, com amplificadores de potência Classe A/B e 400 Watts.

A oferta de opcionais também foi adaptada para melhor atender o consumidor brasileiro. Agora, é possível acrescentar praticamente todos os itens adicionais do Golf GTI mantendo o acabamento de tecido Xadrez Clark (Grafite) nos bancos e painéis de porta. O revestimento em Couro Vienna Preto está disponível no pacote “Sport”, que inclui as novas rodas de 18 polegadas e o ajuste elétrico do banco do motorista.

O Golf GTI se distingue dos outros carros da série por vários itens adicionais e pelo emblema GTI. No exterior, eles incluem pinças de freios exclusivas na cor vermelha e lanternas traseiras com iluminação em LED, assim como ponteira do escapamento, (uma à direita e outra à esquerda) com “design GTI”. Também de série no Golf são as rodas de liga leve aro 17 – “Brooklin” com pneus 225/45 R17.

O Novo Golf GTI é equipado com um avançado motor a gasolina, com 1.984 cm3 de cilindrada, turboalimentado e com injeção direta. A potência é de 220 cv a 4.500 rpm e o torque máximo de 35,7 kgfm (350 Nm) está disponível já a 1.500 rpm. Resultado: a aceleração de 0 a 100 km/h é feita em 7,2 segundos e a velocidade máxima é de 237 km/h.

Fonte: Volkswagen do Brasil – Assuntos Corporativos e Relações com a Imprensa

 Golf Nacional 2016 6

Related posts